Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BC barra pagamentos pelo WhatsApp, mas concorrentes seguirão operando

    A decisão foi comunicada às bandeiras dos cartões Visa e Mastercard, e não ao Facebook, dono da plataforma

    Abertura de Mercado é um podcast diário com as principais notícias econômicas
    Abertura de Mercado é um podcast diário com as principais notícias econômicas Foto: CNN Brasil

    Fernando Nakagawada CNN

    Ouvir notícia

    O BC afirmou que a decisão visa “preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente e barato”. A Ame, da varejista B2W, e o PicPay operam serviços parecidos e não receberam o mesmo tratamento. 

    No episódio de hoje:

    – Banco Central e Cade suspenderam o sistema de pagamentos instantâneos do Whatsapp no Brasil;
    – O BC afirmou que a decisão visa preservar um adequado ambiente competitivo, que assegure o funcionamento de um sistema de pagamentos interoperável, rápido, seguro, transparente e barato;
    – A decisão foi comunicada às bandeiras dos cartões Visa e Mastercard, e não ao Facebook, dono da plataforma;
    – Também já existiam acordos com bancos e com a Cielo, que processaria as transferências;
    – O Cade informou que a medida cautelar foi tomada porque o acordo não foi comunicado previamente aos órgãos reguladores;
    – Pesaram a elevada participação de mercado da Cielo e a base de mais de 120 milhões de usuários do WhatsApp;
    – A Ame, da varejista B2W, e o PicPay operam serviços parecidos e não receberam o mesmo tratamento;
    – Segundo o BC, foi analisado apenas um caso e não se estabeleceu uma regra geral;
    – O banco estatal trabalha para colocar outro sistema em funcionamento, o PIX;
    – Em outro tópico, o BC anunciou a criação de nova linha de crédito para micro, pequenas e médias empresas;
    – A medida pode liberar R$ 200 bilhões para o segmento. Os bancos poderão ter até 30% do seu dinheiro que fica no BC sem remuneração caso não emprestem esse dinheiro;
    – Na última sessão, o dólar fechou em forte queda ante o real;
    – Sinais de recuperação da atividade econômica na Europa e o alívio nas tensões entre EUA e China ajudaram a criar o ambiente;
    – Por aqui, os investidores reagiram à ata do Copom, que manteve inalterada a possibilidade de nova queda no juro em agosto;
    – Por isso a moeda caiu 2,26%, a R$ 5,15. A bolsa fechou em alta de 0,67%, a 95.975 pontos;
    – A chinesa Didi Chu Xing, dona da 99, quer ter uma frota de 1 milhões de carros autônomos, sem motorista, até 2030;
    – Testes devem começar em Xangai, Pequim e Shenzhen ainda este ano;
    – AGENDA: BC divulga às 09h30 dados das contas externas em maio;
    – Às 10h, o FMI divulga atualizações das previsões econômicas para 2020.

    Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook

    Mais Recentes da CNN