No mar, ministro de Tuvalu envia mensagem à COP26 alertando para riscos climáticos

Mensagem foi filmada pela emissora pública TVBC na principal ilhota da capital Funafuti, e será reproduzida em evento paralelo da Cúpula do Clima na terça-feira (9)

Ministro das Relações Exteriores de Tuvalu grava mensagem para COP26 dentro do mar para destacar impacto da mudança climática em seu país
Ministro das Relações Exteriores de Tuvalu grava mensagem para COP26 dentro do mar para destacar impacto da mudança climática em seu país Cortesia/Ministério da Justiça de Tuvalu

Reuters

Ouvir notícia

Para fazer uma declaração impactante sobre a ameaça das mudanças climáticas, o ministro das Relações Exteriores de Tuvalu fez isso como nenhum outro – falando atrás de um púlpito em águas no mar.

Imagens obtidas pela Reuters mostraram o ministro da Justiça, Comunicação e Relações Exteriores de Tuvalu, Simon Kofe, dirigindo-se a câmeras na sexta-feira (5), enquanto fazia uma declaração pré-gravada na reunião climática da ONU sobre o aumento do nível do mar que afeta países do Pacífico, como Tuvalu.

A gravação foi filmada pela emissora pública TVBC no extremo oposto de Fongafale, a principal ilhota da capital Funafuti, e seria reproduzida em um evento paralelo da cúpula da COP26 em Glasgow na terça-feira (9), disse um funcionário do governo.

Os ilhéus do Pacífico em risco de elevação do nível do mar estão lutando para serem ouvidos no cume de Glasgow, enquanto a pandemia Covid-19 impede as viagens do outro lado da Terra.

Apenas três líderes do Pacífico – de Palau, Fiji e Tuvalu – viajaram para as negociações climáticas da COP26 da ONU, na Escócia, para fazer discursos para pressionar por cortes profundos nos gases de efeito estufa pelos principais emissores liderados pela China e os Estados Unidos.

A conferência segue de 31 de outubro a novembro e tenta manter viva a meta mais difícil do acordo climático de Paris de 2015: limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais. As temperaturas da superfície global já estão em torno de 1,2 ° C.

Apenas três líderes do Pacífico – de Palau, Fiji e Tuvalu – viajaram para as negociações climáticas da COP26 da ONU, na Escócia / Divulgação

Mais Recentes da CNN