Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    ONU registra 1.892 mortes de civis na Ucrânia desde o início da guerra

    "Maioria das baixas civis registradas foi causada pelo uso de armas explosivas com uma ampla área de impacto", disse agência da ONU

    Civis tentam deixar Mariupol, uma das cidades mais atingidas pela Rússia na Ucrânia; destruição na cidade é vista em todos os lugares
    Civis tentam deixar Mariupol, uma das cidades mais atingidas pela Rússia na Ucrânia; destruição na cidade é vista em todos os lugares Anadolu Agency via Getty Images

    Da CNN

    Ouvir notícia

    Pelo menos 1.892 civis foram mortos e 2.558 ficaram feridos desde que a guerra na Ucrânia começou em fevereiro, segundo as Nações Unidas.

    O número de mortes registradas inclui 478 homens, 308 mulheres, 30 meninas e 52 meninos, bem como 71 crianças e 953 adultos cujo sexo ainda é desconhecido, disse o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) em comunicado na terça-feira (12).

    “A maioria das baixas civis registradas foi causada pelo uso de armas explosivas com uma ampla área de impacto, incluindo bombardeios de artilharia pesada e sistemas de foguetes de lançamento múltiplo, mísseis e ataques aéreos”, afirmou.

    Os números reais de vítimas podem ser consideravelmente maiores devido a um atraso nos relatórios de alguns locais, acrescentou o OHCHR. Isso inclui áreas como a cidade sitiada de Mariupol, no sudeste, onde “os números estão sendo corroborados”.

    A Procuradoria-Geral da Ucrânia relatou um número maior de mortes de crianças. Em um comunicado na quarta-feira, o país disse que 191 crianças foram mortas e mais de 349 ficaram feridas desde o início da invasão russa.

    Imagens — Refugiados deixam a Ucrânia devido à guerra

    I

    *Publicado por Giovanna Galvani, da CNN

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN