Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    3ª dose da vacina será necessária se proteção cair, diz responsável por estudo

    No entanto, a responsável pelo estudo da possível aplicação, Sue Ann Clemens, afirmou que a resposta só virá com a geração dos dados

    Produzido por Layane Serrano, da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

     

     

    Em entrevista à CNN, a professora da Universidade de Oxford e responsável pelo estudo da terceira dose da vacina contra a Covid-19 no Brasil, Sue Ann Clemens, disse que mais uma aplicação pode ser necessária caso a queda de proteção com o passar do tempo se comprove. 

    “Não estamos dizendo que há a necessidade de uma terceira dose nos indivíduos que tomaram duas doses de Coronavac, vamos gerar esses dados”, afirmou. A pesquisa será feita pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade de Oxford nos indivíduos que já completaram o esquema vacinal com o imunizante do Instituto Butantan. 

    “Esse estudo é uma ferramenta muito importante para futuras decisões de vacinação no Programa Nacional de Imunizações (PNI).”

    A pesquisa será realizada devido à existência de outros estudos que mostram que a proteção começa a cair com seis meses depois das duas doses do medicamento. Segundo Clemens, o levantamento de dados sobre questões como essa são naturais.

    “Por serem diferentes mecanismos e tecnologias, os imunizantes produzem diferentes títulos de anticorpos que geram eficácia. Isso também leva ao tempo de duração da proteção”, explicou.

    “Todas as vacinas estão fazendo estudos e isso não acontece só agora na época de Covid-19, mas sempre, com o desenvolvimento de qualquer imunizante.” 

    Frasco com Coronavac, vacina contra Covid-19, em São Paulo
    Frasco com Coronavac, vacina contra Covid-19, em São Paulo
    Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo (2.mar.2021)

    Mais Recentes da CNN